Você sabe o que são Lovemarks?


As lovemarks são o objetivo da maioria dos empresários. Seja pelo fato da realização de um excelente trabalho diante do mercado, de terem um grande reconhecimento em relação ao seu público ou de aumentarem exponencialmente o seu faturamento.


Esse termo, que também pode ser entendido por lovebrands, não é nada novo e no decorrer desse texto você vai constatar que tem, ou já teve, ao menos uma lovemark na vida. Isso porque, certamente, quando você pensa em um produto específico imediatamente vem uma marca na sua cabeça e você até a indica para conhecidos, não é mesmo?


Mas, afinal, como fazer uma empresa ser uma das lovemarks do público e obter todos os benefícios que esse título traz? Continue a leitura para entender um pouco mais sobre essa estratégia.


O que são lovemarks?


As lovemarks ou lovebrands, como também são conhecidas, criam vínculos muito positivos com o seu público. Elas são capazes de ultrapassar as barreiras geográficas e de relacionamento entre empresa - cliente/consumidor.


Essas marcas vão além até das questões cotidianas. Ultrapassando os valores competitivos comerciais, gerando reconhecimento por um ou outro produto/serviço, ou de apenas ser mais um item na lista de compras por impulso pelo simples fato de não sair da cabeça do consumidor.


Esse fenômeno pode ser notado principalmente em marcas mundiais que não vendem produtos, mas sim ideais de vida, a essência e experiência de se ter determinado item e de serem referências no seu nicho.


Os clientes e consumidores das lovemarks passam a ser seguidores leais que vão defender a marca a qualquer custo, estão dispostos a pagar a mais por produtos que ela oferece e a transforma em essencial em sua vida.


Por exemplo, se você não troca o seu Iphone por nenhum outro aparelho celular nesse mundo, a Apple é sua lovemark.


Como se tornar uma lovemark?


Se engana quem pensa que esse fenômeno acontece do dia para a noite e somente em escala global. Na verdade, as lovemarks podem ser encontradas em cidades, estados, regiões, plataformas específicas ou mundialmente, e isso independe do seu tamanho.


Separamos abaixo 3 itens essenciais que essas marcas aprimoraram e continuam a buscar para manter uma legião de “fãs” que vão segui-lá para sempre.


1. Invista em comunicação integrada


Na maioria das vezes as pessoas vão se identificar com as marcas que apoiam e têm valores e princípios próximos aos seus. E no caso das lovemarks, isso vai além.


Para tanto, o posicionamento dessas empresas, interno, externo, representações em produtos, pontos de venda, canais de comunicação, entre outros, devem estar totalmente alinhados.


A comunicação integrada abrange a marca como um todo, desde o conceito, identidade, missão, visão, valores, regras internas da empresa e até o relacionamento com o público, por isso é tão importante para uma empresa que deseja se tornar uma lovemark.


2. Atendimento de qualidade é essencial


Trazendo um pouco da comunicação integrada, as plataformas e funcionários que vão lidar diretamente com o público também precisam transmitir essa essência para ter sempre clientes satisfeitos.


Qualifique os atendentes, capacite toda a equipe para manter suas condutas coerentes às normas da empresa e invista em marketing e publicidade coerentes aos seus consumidores.


3. Use emoção nas campanhas


A nova geração é uma das mais antenadas de consumidores que querem saber os propósitos das marcas e não se contentam em apenas comprar, pagar e ir embora.


E uma das principais estratégias para sair do comodismo é partir para a emoção e humanizar a marca para estimular a empatia, envolvimento e admiração dessas pessoas em campanhas e ações publicitárias.


Quais a vantagens das lovemarks?


Manter uma lovemark não é fácil, precisa de manutenção, investimento e atenção diária. Mas quando as estratégias para manter o status são eficazes a sua marca pode:

  • fidelizar os clientes por anos;

  • ganhar a admiração de potenciais clientes e parceiros;

  • ter um bom relacionamento interno e externo;

  • garantir estabilidade no mercado;

  • e continuar a crescer, inovar e se reinventar.


E se ainda está um pouco séptico é só partir para a própria experiência, você provavelmente deve ter:

  • comprado um produto da marca por gosto ou influência;

  • defendido uma marca por várias razões em uma conversa;

  • comentado com outras pessoas sobre algo que a marca fez;

  • e sonhando em comprar um item ou visitar a empresa só pelo que você viu nas redes sociais.


É importante ressaltar que para se tornar uma lovemark é necessário aplicar um plano de ação elaborado por profissionais qualificados a ser trabalhado ao longo de anos e contar com manutenção constante.


Confira o exemplo do L’Atelier Sucré Pâtisserie de Bauru, uma potencial lovemark ao qual pudemos colaborar com o projeto de inauguração da primeira loja da marca e de seu posicionamento de mercado na cidade.

logo-difere2.png

Bauru/SP

Rua Benedito Moreira Pinto,

nº 8-31, Jardim Panorama.

Siga nas redes sociais:

  • Facebook - círculo cinza
  • Instagram - Cinza Círculo